Releitura de telas de brincadeiras populares com Pofessora Marcela Correa




Muitas brincadeiras populares brasileiras são aos poucos esquecidas pelas crianças. Pensando nisso, a Professora Marcela Correa propôs um projeto inusitado: Realizar releituras de telas de Cândido Portinari e Ivan Cruz junto das crianças do CMEI Monteiro Lobato. O projeto não apenas introduz as crianças a brincadeiras tradicionais como também as coloca em contato com a arte brasileira. A Professora Marcela é formada pela Universidade Estadual de Ponta Grossa e atualmente trabalha no CMEI Monteiro Lobato em Telêmaco Borba. Confira o vídeo de Ivan Cruz para o CMEI Monteiro Lobato aqui! Confira os Trabalhos da Professora Marcela nesse blog!

A brincadeira na educação infantil tem sido identificada por meio de diversas concepções teóricas e filosóficas dos professores que permeiam este ambiente.
A professora Marcela do CMEI Monteiro Lobato localizado em Telêmaco Borba introduziu as brincadeiras que jogamos em nossa infância por meio das obras de artes dos autores Cândido Portinari e Ivan Cruz. Brilhantemente relatou os estágios de aprendizagens das crianças e de apreciação das obras os quais tornaram conteúdos que foram desenvolvidos com as crianças.
Marcela diz queTrabalhamos como professoras de hora atividade no CMEI Monteiro Lobato, que possui 59 alunos em turno integral, dos 0 a 5 anos, em nosso trabalho estamos buscando propiciar a nossas crianças vivências exitosas através do resgate de brinquedos e brincadeiras. Para isto proporcionamos o contato com a história dos brinquedos e brincadeiras, realizamos brincadeiras com as quais todos nós (equipe escolar, comunidade e familiares) pudéssemos aprender e conhecer momentos históricos diversos, buscando estabelecer relações entre o passado e o presente, desenvolver nos escolares o gosto e o encantamento pelo brincar e somando-se a isto o desenvolvimento e apreço pela arte. Com o apreço a arte em mente embasamos nossas atividades nas belíssimas telas do expoente da pintura “Candido Portinari”, destacando a vertente do Portinari mais lírico, com as obras que fazem parte dessa temática a qual é povoada por elementos das reminiscências de sua infância na sua terra natal: os meninos de Brodowski com suas brincadeiras”
As professoras como objetivos buscaram apresentar as crianças os brinquedos um dia usados em sua infância e retratados pelos autores.
No relato da Professora Marcela encontramos “Iniciamos nosso trabalho com a tela “Menino com pião- 1947” exploramos o elemento chapéu presente na mesma e realizamos as cantigas: “O meu chapéu tem 3 pontas” e “Marcha soldado”.A partir daí destacarmos o brinquedo que contém na mão do menino. A partir do mesmo conhecemos sua história, origem e como se brinca. Inspirados nessa belíssima tela confeccionamos um cartaz com o desenho da cadeira, caracterizamos as crianças com camisa preta e chapéu de jornal, os posicionamos na frente da mesma e registramos.
A mesma foi exposta em um painel montado no ambiente interno da instituição, para que os pais pudessem apreciar possibilitando assim fornecer mais cultura a comunidade” Realizamos diversas outras vivências relacionadas com este brinquedo, como por exemplo, o movimento que o mesmo realiza entre outras.
         Então apresentamos ao grupo de crianças o poema “O menino e o povoado” (Não tínhamos nenhum brinquedo), destacando que antigamente era costume construir os próprios brinquedos, então oportunizamos a confecção do brinquedo com matérias recicláveis.
     As crianças as serem apresentadas foram se apropriando dos nomes e das características das obras as professoras apresentaram também a obra de Portinari “Denise e o gato” e a proposta de atividade foi à confecção de gatos com materiais reutilizáveis como Borra de café e tecidos. Ao trabalhar com o pintor Ivan Cruz a professora Marcela nos relata que nas belíssimas telas do expoente da pintura “Ivan Cruz” que nos presenteia com suas obras retratando brincadeiras de sua infância, o artista tem como objetivo divulgar o lúdico, à imaginação, incentivar ao máximo o desenvolvimento de nossas crianças no feliz mundo das brincadeiras. Possui mais de 100 telas com o tema “Brincadeiras de Criança”. Desde o início do ano letivo de 2018 estamos embasando nossos planos de aula no trabalho deste artista plástico. Primeiramente apresentamos ao grupo elementos da biografia deste, atualmente ao perguntarmos as crianças de 3 a 5 anos qual o pintor que nasceu no Rio de Janeiro e que pinta brincadeiras de crianças elas prontamente respondem: Ivan Cruz. Também ao questionarmos o que ele faz além de pinturas alguns respondem: Estátuas se referindo as esculturas, Buscando proporcionar ampliação do repertório de brincadeiras através do resgate do brinquedo “PIÂO”, organizamos vivências de acordo com a faixa etária das turmas, todos puderam ter contato com esse brinquedo que faz parte do patrimônio histórico, desde os pequenos da turma de lactentes, que apesar de não conseguirem lançar o brinquedo da maneira correta, conseguiram obter noções de qual o movimento que o brinquedo faz, puderam o manusear para identificar o material que o brinquedo é confeccionado e aprenderam a identificá-lo.
” As brincadeiras de Roda foram contempladas nas atividades com as crianças, após a mostra da pintura de Ivan Cruz 










Uma obra foi contemplando a outra e das cantigas de roda, do atirei o pau no gato á brincadeira de cama de gato, um caminho repleto vivências que resultaram no próprio Ivan Cruz elogiando o empenho e planejamento das professoras e a atitude brilhante de trazer o erudito ao convívio das crianças.
Finalizamos com a fala da Professora Marcela que brilhantemente finaliza nossa matéria dizendoSabemos que nossa sociedade com toda tecnologia vem perdendo alguns “prazeres” a vida. Como chutar uma bola, se sujar de terra, brincar de boneca e fazer suas “comidinhas” utilizando panelas, grama e gravetos. Ivan Cruz defende que as crianças de hoje em dia têm que brincar fora de casa. Em uma de suas entrevistas em seu ateliê diz que ao ver seus netos ensina brincadeiras que ele brincava quando criança e sugerem que eles deixem de lado seus “tablets, celulares, computadores” e os incentiva a ver o mundo pra fora. Assim como o artista sabemos a importância do brincar e utilizamos suas belíssimas e inspiradoras telas para trazer isso para sala de aula e através das crianças reviver esses momentos com suas famílias”



Texto: Gabriela Guereta
Edição: Lara Bridi Costa
Releitura de telas de brincadeiras populares com Pofessora Marcela Correa Releitura de telas de brincadeiras populares com Pofessora Marcela Correa Reviewed by Blog Baguncei on novembro 08, 2018 Rating: 5
comentários via Facebook